VII ENANCIB - Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação
    Home > Papers > Antonio Miranda
Antonio Miranda

AUTORIA COLETIVA, AUTORIA ONTOLÓGICA E INTERTEXTUALIDADE NA CIÊNCIA: ASPECTOS INTERDISCIPLINARES E TECNOLÓGICOS

Antonio Miranda
Universidade de Brasília

Elmira Simeão
Universidade de Brasília

Suzana Mueller
Universidade de Brasília

     Texto Completo: PDF
     Texto submetido em: August 28, 2006

Resumo
A autoria não está restrita ao texto — literário, científico, técnico, jornalístico, etc — mas a qualquer tipo de criação humana, com suas peculiaridades e problemáticas próprias. Considerando a convergência tecnológica dos meios extensivos de comunicação e a hibridez de elementos na criação da pós-modernidade, o artigo argumenta que a instituição “autoria” entra em crise com as TIC e o estatuto do direito autoral passa ser questionado. O presente texto pretende levantar questões relacionadas com o fenômeno da autoria principalmente no contexto da comunicação extensiva e da perspectiva do pensamento complexo que norteia sua interpretação.Levanta estudos sobre websemântica e a contribuição da Ciência da Informação para permitir conexões entre os conceitos de documentos da Web, com o pressuposto de que os textos autorais no futuro, sejam individuais ou em colaboração, poderão valer-se de recursos estruturadores tanto dos conteúdos quanto na geração a priori de metadados e interrelacionamentos. Os autores-editores já criam seus textos de conformidade com estruturas ontológicas além das semânticas correntes, que facilitam seu tratamento automático. Assim os textos superam sua linearidade e se tornam hipertextuais, mediante links explícitos e implícitos formando inter-relações típicas de redes sociais. Já a questão da autoria coletiva na ciência é sui generis, e difere em vários aspectos da autoria coletiva em outras áreas pelo reconhecimento que a autoria desempenha na ciência (certificação do conhecimento). A novidade trazida pelo ScienceCommons se realiza por meio da dispensa, pelo autor, do direito autoral tradicional (“todos os direitos reservados”), e pela adoção do princípio proposto pelo Creative Commons, (“alguns direitos reservados”) devidamente ancorado no sistema legal do país onde ocorre. Em uma tabela gradativa, mostra-se a distinção entre Citação, Intertextualidade, Cópia autorizada, Cópia não autorizada e o Plágio, conceitos relacionados com a temática em questão, além da discussão sobre a multivocalidade, metodologia já aplicada em contextos acadêmicos.




    Saiba mais
    sobre
    o projeto...


Public Knowledge

 
Open Access Research
Home | Apresentação | Programação
Trabalhos científicos | Inscrições | Organização | Fotos
  Top