VII ENANCIB - Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação
    Home > Papers > José Augusto Chaves Guimarães
José Augusto Chaves Guimarães

Aspectos éticos em organização e representação do conhecimento (O.R.C.)

José Augusto Chaves Guimarães
UNESP

Fábio Assis Pinho
UNESP

     Texto Completo: PDF
     Texto submetido em: October 4, 2006

Resumo
Considerando a Organização e Representação do Conhecimento (O.R.C.) enquanto atividade nuclear da Ciência da Informação, dado seu caráter mediador entre a produção e o uso do conhecimento registrado e socializado, observa-se, na atualidade, quando o impacto das tecnologias de informação e da comunicação tem levado a uma agilização de processos, produtos e instrumentos, a necessidade de a área refletir sobre os aspectos atinentes ao desenvolvimento de seu próprio fazer, notadamente no que tange aos aspectos éticos incidentes. Desse modo, e a exemplo do que vem ocorrendo na área de Ciência da Informação como um todo, notadamente nos estudos sobre os aspectos éticos do acesso e do uso da informação (a partir de pesquisas levadas a cabo, dentre outros, por Vaagan, Koehler & Pemberton e Froehlich), busca-se discutir como vêm se construindo as questões éticas em ORC, a partir da identificação dos valores que lhe são intrínsecos. Para tanto, parte-se de um quadro teórico decorrente da análise crítica da literatura internacional (principalmente a partir das contribuições de Accart & Réthy, Arot, Beghtol, Berman, Dahlberg, Fernández-Molina & Guimarães Froehlich, Garcia Gutierrez, Greenblatt, Hudon, Leblond, Olson, Sigel, Van der Waalt, etc ) para chegar à construção de uma grade de valores em O.R.C. na qual os aspectos éticos específicos tratados por Froehlich, Fernández-Molina & Guimarães, Beghtol, García Gutiérrez e Hudon são cotejados com as dimensões de compromissos éticos anteriormente propostas por Guimarães – a organização, o usuário, a informação e o profissional, o que permite concluir, por um lado que a área, ainda que não o assuma explicitamente, dispõe de um conjunto de valores que lhe são inerentes e, por outro, que a sistematização de tais valores – e dos problemas decorrentes de sua negação - permite ir além da dimensão do "o que" fazer para adentrar em uma reflexão do "por que" e do "para que" fazer.




    Saiba mais
    sobre
    o projeto...


Public Knowledge

 
Open Access Research
Home | Apresentação | Programação
Trabalhos científicos | Inscrições | Organização | Fotos
  Top